Como atrair o viajante nacional?

18 de fevereiro de 2021

Como atrair o viajante nacional?

O turista nacional é o novo cliente deste ano. Não é a primeira vez que o recebemos, mas sim será a primeira vez que o temos como nosso cliente principal. Sem nos apercebermos o target do alojamento local mudou categoricamente. O que leva a mudar a estratégia que antes estava direcionada para atrair o turista internacional e que agora deve atrair o turista nacional.

 Que aspetos da estratégia de marketing se devem mudar?

 

1. Vantagem competitiva ou serviço diferencial

Os clientes nacionais já conhecem as vantagens do nosso clima e da nossa cultura gastronómica. Por isso, vender a zona não tem por que ser o mais importante. Ainda que possa ser igualmente positivo recomendar lugares atrativos da zona ou caracterizados por alguma especialidade culinária.

Mas os aspetos mais importantes a ter em conta serão os serviços extra que o estabelecimento possa oferecer e a sua especificidade.

Por exemplo, uma quinta ecológica ao lado da casa rural onde possam comprar produtos frescos a um preço especial por serem hóspedes. Outro exemplo seria ter adaptado o acesso a pessoas de mobilidade reduzida. Ou a existência de um jardim privado com piscina.

Se houver a possibilidade de adaptar ou redesenhar o espaço para conseguir esse factor diferencial aconselhamos a que tenham em conta esta opção uma vez que alargarão o vosso leque de possibilidades de atrair a mais clientes.


2. Anúncios nas redes sociales

A ferramenta estrela que cada vez é mais importante e que abarca mais grupos de pessoas é o Instagram. O seu uso diário de cerca 1.000 milhões de usuários permite ter mais oportunidades de visitas constantes. Esta é, evidentemente, uma recomendação geral, os anfitriões devem escolher as opções que melhor se adaptam ao seu negócio.

De maneira geral, o primeiro passo é ter uma conta da empresa e informação de perfil bem comunicada: fotografias, nome da vivenda, breve descrição.

O passo seguinte é subir conteúdo regularmente e sempre seguindo o mesmo estilo ou formato com o que o anfitrião/agência se sintam identificados. Isso criará uma identidade de marca e uma personalidade que ajudará a que sejam vistos pelos usuários e futuros clientes.

O conteúdo pode-se fazer, por um lado, através dos posts ou notícias que servem para editar fotografias ou vídeos e que aparecerão nas publicações do perfil. Por outro lado, podem compartilhar stories ou histórias, o que é uma maneira mais informal de editar conteúdo uma vez que só é visível durante 24 horas.
Outro conselho importante é anexar sempre a localização nas publicações ou stories. Isso ajuda a redirecionar o usuário ao vosso perfil e assim gerar mais visitas e possibilidade de vendas.

Por último, interagir com os usuários. Isto permitirá que sejam percebidos como um perfil ativo o que repercutirá positivamente no vosso posicionamento.

3. Adaptar os preços ao calendário nacional

As datas de possíveis pontes e feriados podem ser dias de mais interesse e, portanto, ajustar os preços à procura será fundamental. Tendo em conta este factor pode-se aproveitar a oportunidade para oferecer descontos nesses dias destacados e assim incentivar a reservar.


4. Condições de reserva e restrições de estadia

Os turistas nacionais reservarão um estabelecimento com muito menos antecedência que um grupo internacional que precisa de muito mais tempo para planificar o transporte e a logística para chegar ao destino. Por isso dar facilidades como descontos de último minuto e/ou adaptar as políticas de cancelamento para que sejam mais flexíveis pode ajudar a receber mais clientes nacionais.

Além disso, deve-se ter em conta que as estadias dos nacionais podem ser mais curtas que as dos estrangeiros. Por isso, será interessante que as estadias mínimas do calendário não sejam muito estritas e se ajustem aos tempos deste tipo de cliente.


 

Quer saber mais informação?

Registe-se e experimente gratuitamente durante 30 dias e comece a explorar o poder do PMS de Icnea.

Solicite uma demonstração
demo icnea pms